BEM VINDOS!

Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome.

16 de nov de 2009

Contradições neoliberais

ARGUMENTE COMO É POSSÍVEL HAVER, NOS DIAS DE HOJE, CONTRADIÇÕES TÃO GRANDES COMO A EXISTÊNCIA DOS TECNOPOLOS E DO TRABALHO ESCRAVO EM UM MESMO PAÍS.

Dentro desse processo capitalista e globalizado de compra, venda e produção, existe o meio empresarial que incide também nas áreas das indústrias de tecnopólos, que é o assunto que vamos discorrer agora.
Se um país desenvolvido resolve implantar áreas de tecnopólos industriais para expandir suas relações comerciais, atingir suas metas ilimitadas de vendas relacionadas a microeletrônicos, computadores e telecomunicações, esse país precisa empregar um número elevado, mas, plausível de pessoas qualificadas para assumirem essas atividades; indivíduos com um altos graus cognitivos que se tornarão os propulsores dos esperados lucros.
Observando esse emaranhado de ideias, vamos voltar ao tempo da colonização, onde todas as práticas eram voltadas a escravidão e extração de minérios, tempo em que não existia capitalismo, democracia e nem socialismo, era uma época em que se predominava a famosa Monarquia Absolutista, regida por um soberano e depois por outro e por outro nesse processo sucessivo e hierárquico, que acabava resultando numa Dinastia. Com o passar dos anos as pessoas foram adquirindo experiência, sabedoria e malícia até chegarem no mundo do Feudalismo, onde a agricultura e o comércio eram os principais meios de se obter lucros. Depois de Feudalismo e com a saída do Mercantilismo o Capitalismo passou a dominar as relações comerciais entre os países.
Agora vamos voltar a atualidade. Por que, que em um mundo tão avançado em que vivemos nós ainda utilizamos da técnica de plantação e colheita dos nossos antepassados? Necessariamente porque não viveríamos com a ausência do alimento que brota da terra. Então, um país desenvolvido vai ter as suas áreas rurais para investir na agricultura; só que em um país desenvolvido, os investimentos serão bem maiores nas áreas industriais. Já um país em desenvolvimento ou não desenvolvido vai investir no setor primário ou ás vezes no secundário.
Agora a Desigualdade Social vai resumir a situação das pessoas empregadas em um país desenvolvido, que investe em tecnopolos. Se uma pessoa é desprovida de conhecimentos, possuiu um baixo nível econômico e vai morar em um lugar desses, essa pessoa será presenteada com um futuro bem previsto, passar o dia guiando uma máquina ou segurando uma enxada, sendo forçada a trabalhar o dia inteiro e o pior de tudo, recebendo um baixo salário. Essa situação muda quando a pessoa é inteligente, rica, reconhecida e formada, pois vai possuir um futuro brilhante em uma Universidade ou Empresa de tecnopolos.
Infelizmente todas essas contradições se encontram em um mesmo país. Aonde a Humanidade quer chegar com isso?

Autora Bárbara Pereira de Andrade

6 de nov de 2009

Anamorfoses

São mapas esquemáticos, sem escala cartográfica, representações em que as áreas sofrem deformações matematicamente calculadas, tornando-se diretamente proporcionais a um determinado critério que se está considerando.

Em Geografia usamos essa técnica para representar cartograficamente temas e visualizá-los de forma diferente da habitual. A superfície de cada espaço cartografado vai mudar proporcionalmente segundo uma determinada variável. Os dados estatísticos, normalmente aplicados nessa transformação, são os de população, PIB, exportação de produtos manufaturados, mortalidade, etc.
A cartografia por anamorfose é um instrumento interessante para as análises comparativas e é também “um documento de comunicação e não uma representação do mundo real” (Langlois Denain, 1996).
Vejamos exemplos:

Anamorfose indicando os investimentos em pesquisa de acordo com cada país:


Anamorfose indicando o PIB das nações:


O mapa ABAIXO traz uma anamorfose que representa uma projeção da população do mundo para o ano 2025, em que o tamanho de cada país é proporcional à população:


4 de out de 2009

Savcultura09: registros

Ufa, terminada a feira cultural da até um alívio só de pensar em todo corre corre. Parabéns a todas as turmas que se dedicaram para realizar um evento de qualidade, e o que é mais importante, feito pelos próprios alunos.

Em especial parabéns ao 8° ano A, turma que acompanhei e vi de perto os esforços para que tudo desse certo.

Aos poucos vou colocando as fotos e videos das apresentações e dos momentos de descontração que tornaram esse momento prazeiroso para muitos.

Apresentação parte 01


Apresentação parte 02


Momentos de descontração, rsrsrs.


Fotos: (clique na foto para abrir o álbum)

Savcultura2009

28 de set de 2009

A Astronomia na Idade Média


A Idade Média faz parte de uma divisão esquemática da História da Europa. Teria se iniciado com a desintegração do Império Romano do Ocidente, no século V e terminado com o fim do Império Romano do Oriente, século XV. Enquanto a Europa estava na escuridão e com dificuldades de sustentar um posicionamento cientifico, o mundo árabe realizava grandes avanços.
A questão chave que vai atravessar todo o pensamento filosófico medieval é a harmonização de duas esferas; "a fé" e "a razão". O pensamento de Agostinho (século V) reconhecia a importância do conhecimento, mas defendia uma subordinação maior da razão em relação à fé, por crer que esta última venha restaurar a condição decaída da razão humana.
Qual o nosso lugar no universo? Estamos em uma posição privilegiada? Somos o centro disso tudo? Atores ou meros figurantes?
Dentre os fatos que marcam a astronomia durante a idade média, está o embate entre os que acreditavam no geocentrismo de um lado, e do outro os defensores do heliocentrismo. O geocentrismo, aceito pela igreja na época, era comprovado basicamente na fé. A falta de um aparato tecnológico dificultava qualquer certeza a algum posicionamento.Apesar de ser tratado como um período onde a ciência vivia distante da luz, a invenção do telescópio entre outras coisas, trouxe grandes avanços no campo da astronomia e influenciou na definição do nosso lugar no cosmo.

3 de set de 2009

Meio Ambiente em crise, quem é o culpado?

"Este vídeo mostra os problemas sociais e ambientais criados como consequência do nosso hábito consumista, apresenta os problemas deste sistema e mostra como podemos revertê-lo, porque não foi sempre assim".

E o culpado disso tudo? Será o sistema?

25 de ago de 2009

Atividades com o Google earth

Navegando no Google earth:

1. O Google earth funciona através de um sistema de banco de dados de imagens de satélites e fotografias aéreas. Viaje para a coordenada 15 14 50 S, 40 13 27 W. Ela mostra o limite entre uma imagem de satélite e uma fotográfica aérea (aerofotogamétrica). Descreva quais seriam as diferenças entre os dois tipos de imagens, resolução e possíveis utilizações.

2. Observando a natureza através do programa:
Sabemos que o homem é um modificador do espaço, e transforma as paisagens de acordo com seus interesses. Um exemplo grande dessa transformação na natureza está na coordenada: 25 07 00 N, 55 07 55 E. Fique a uma altitude pelo menos 2km e descreva as modificações.

3. Voe até 25 13 09 N, 55 09 50 E, e ponha a altitude do campo de visão em 10 km. E ai o que você vê?

4. Viaje até 15 23 07 S, 40 09 45 W, e ponha a altitude em 11km. O que aconteceu com a vegetação original de nossa região?
Diminua a altitude para 1,5km. Pesquise no Google o que é e para que serve a mata ciliar, e depois compare com a imagem que você vê. Redija suas conclusões.

5. O espaço urbano também é uma das análises da geografia. O que pode-se perceber quanto a essa organização no ponto 22 58 51 S, 43 11 43 W. a uma altitude do campo de visão de 750m?

7. Na coordenada 12°31'0.62"S 53° 0'15.06"W identifique o tipo de vegetação e situação de preservação.

8. Descreva o que pode ser observado na imagem
22°51'21.41''S 43°11'48.90''W.

9. Voe até o ponto 36°18'55.28"N 112°45'22.67"W, trata-se de uma das grandes obras naturais, o Grand Canyon. Visualize a uma altitude de 77 km, e depois aproxime até menos de 2 km. Qual a sensação de visualizar essa grande obra da natureza? Circule pelos seus vales e de preferência incline o ângulo de observação. Anote também qual a diferença de altitude (elevação) entre o leito do rio e o topo (bordas) do cânion.

10. Descreva o fenômeno natural observado no ponto 3° 7'41.96"S 59°53'52.16"W. Se necessário recorra a pesquisa no Google.

11. Tente achar e interpretar imagens de: plantações de eucaliptu no extremo sul da Bahia; cultivos mecanizados no centro oeste;

12. Entre na comunidade do Google Earth no orkut e procure coordenadas de pontos de queimadas e desmatamento.

13. Ao fim dessa atividade, espero que cada um tenha aprendido a manusear o Google Earth, e perceber como é uma ferramenta riquíssima e que aguça a nossa curiosidade. A quem mais interessar participe da comunidade do GE no Orkut, lá você encontra coordenadas de vários lugares interessantes, olha só esse lugar 4 22´21.18"N 18 31´35.04"E com altíssima resolução, dá para aproximar até uma altitude de cerca de 400 m.

24 de ago de 2009

A Televisão me deixou burro

Musiquinha do Titãs com a letra bem interessante, nos revelando a capacidade que o chamado "quarto poder" tem de nos manipular. Oh Cridêeeeeee...

TELEVISÃO
Composição: Marcelo Fromes / Tony Belotto / Arnaldo Antunes

A Televisão me deixou burro
Muito burro demais
Agora todas coisas que eu penso
Me parecem iguais

O sorvete me deixou gripado
Pelo resto da vida
E agora toda noite
Quando deito
É boa noite, querida

Oh! Cride, fala prá mãe
Que eu nunca li num livro
Que o espirro
Fosse um vírus sem cura
Vê se me entende
Pelo menas uma vez criatura!
Oh! Cride, fala prá mãe

A mãe diz prá eu fazer
Alguma coisa
Mas eu não faço nada
A luz do sol me incomoda
Então deixa a cortina fechada

É que a televisão
Me deixou burro
Muito burro demais
E agora eu vivo
Dentro dessa jaula
Junto dos animais...

22 de ago de 2009

[7° ano] Aula de campo

A aula de campo é importante, pois nos proporciona a concretização da teoria, através dela conseguimos transpor os conhecimentos teóricos da aula para a realidade. Podemos ainda observar e comparar dados teóricos com a realidade do local que pode já ter sofrido modificações recentes.
A prática, sem dúvida é, o melhor dos caminhos para comprovar a teoria. Esta prática é positiva, pois nos dá subsídios para por em discussão e comprovação a teoria da aula em classe. É óbvio que a negatividade do processo, se é que podemos chamar assim, é descobrir que o meio ambiente em que vivemos e o qual necessitamos para a manutenção da vida, está degradado, poluído e esquecido.

Aspectos a serem observados:
Assoreamento dos rios;
Mata ciliar;
Contaminação por resíduos sólidos;
Uso inadequado do solo;
Desmatamento;
Erosão.

Clique sobre a foto para amplia-la:

21 de ago de 2009

ECO casa

Quantas medidas podemos tomar para reduzir as agressões ao meio ambiente?
Por onde começar? Será que adianta nós, individualmente, fazer alguma coisa?

É difícil ter certeza, mas o ideal é que cada um faça a sua parte para a melhoria do mundo e para termos uma boa qualidade de vida, podendo contar sempre com os recursos naturais.

Nesse jogo, existem 22 dicas de como começar a ajudar o meio ambiente dentro de casa.

Ache todas essas dicas e sintetize-as e exponha a sua produção.

10 de ago de 2009

[9° ano A] Savcultura

Segue o texto da feira cultural para análise e possíveis sugestões de alterações.

Prof. Raffael

20 de jul de 2009

[7° ano] Avaliação de Geografia

Instruções:
Ø Leia atentamente as questões.
Ø Abra uma pagina do Word e coloque as respostas lá.
Ø Salve o arquivo com seu nome logo no momento em que abrir o Word.
Ø Para evitar perda da atividade em uma eventual queda do sistema, salve o arquivo a cada pergunta respondida.
Ø Ao fim da atividade, copie suas respostas do Word e cole-ás na caixa de comentário no fim da postagem (postar comentário). Ou envie as respostas por e-mail (
rsaloes@hotmail.com).
Não esqueça de por o nome.

Avaliação

1. De acordo com a figura dê os números correspondentes a cada etapa do ciclo da água.

Escoamento superficial ____________
Evaporação ____________
Infiltração ____________
Precipitação ____________
Condensação ____________

2. De que forma o homem pode interferir no ciclo da água? Explique.


3. De acordo com o gráfico responda:


a) Qual a região com maior concentração de recursos hídricos? E com menor concentração?


b) Cite duas regiões com grande população.

c) As regiões com grande população são também as regiões com maiores recursos hídricos? Comente.


4. Leia o texto e responda:

A disponibilidade ou a falta de água já é um fator socioeconômico importante, a começar pela água salgada. Os países que não têm litoral encontram enormes dificuldades para comprar ou vender produtos a outros países.
O sistema mais usado e barato de transporte mundial é por navios. A falta de acesso próprio ao mar atrasa o desenvolvimento de diversos países e os torna ainda mais pobres. Como eles produzem principalmente alimentos e minérios, transportá-los por avião fica tão caro que afasta os compradores em potencial.
Na América do Sul, o país mais pobre do continente é a Bolívia, o único que não tem litoral próprio. Na Ásia, é a República Popular do Laos, um país em que o governo está desenvolvendo um intenso programa para conseguir, até 2025, sair do grupo dos países não-desenvolvidos e tornar-se pelo menos subdesenvolvido.
Todavia, é a disputa por água doce que ameaça gerar conflitos entre as nações neste século.
Com o crescimento da população e das cidades, começa a haver falta de água, tanto para garantir o abastecimento e a saúde da população, quanto para a produção na indústria e no campo.
A escassez ou a contaminação de águas provoca problemas de saúde e conflitos políticos nacionais e internacionais. Os países que estão ficando sem água podem, por exemplo, tentar pegá-la de seus vizinhos, mesmo que, para isso, seja necessário declarar guerra.
A água, hoje, é chamada de “Ouro Azul” do novo século e ocupa, em importância, o espaço que o petróleo teve no século XX. Daí o empenho e a prioridade que a ONU dá ao assunto há mais de 30 anos.

a) Qual a importância do litoral e acesso ao mar destacada no texto?


b) Que setores estão ameaçados caso haja falta de água provocada pelo crescimento das cidades?

c) Que consequência para a futura falta d’água é citada no texto? Você acha que isso pode acontecer? Explique.


5. Estados da Bahia e de Pernambuco são estados nordestinos que estão sob o domínio de qual tipo climático? Assinale alternativa correta.
A - Equatorial úmido
B - Tropical de altitude
C - Semi-árido
D - Subtropical


6. Em qual tipo de clima se encontram os maiores índices de chuvas? Comente.

7. A mEc é a única massa de ar CONTINENTAL que atinge o Brasil, e é úmida, ao contrário das outras massas de ar continentais que são secas. A que se deve esse fato?

8. Justifique a existência de uma vegetação rala e espinhenta, denominada de Caatinga no Sertão Nordestino.

9. Explique como tem sido o tempo em nossa região (Itapetinga) nas últimas semanas. Qual massa de ar influencia nessa situação? Caracterize-a.

10. Cite impactos que são gerados pelo aproveitamento econômico em áreas de:

Cerrado:
Mangue:
Mata Atlântica:
Mata de Araucária:

11. De acordo com o mapa, indique como está distribuída a temperatura das águas dos oceanos e que fator climático influencia nisso.

Sucesso!
Prof. Raffael Saloes

18 de jun de 2009

[8° ano] Avaliação

Atividade Avaliativa de Geografia – I Unidade

Instruções:
Ø Leia atentamente as questões.
Ø Abra uma pagina do Word e coloque as respostas lá.
Ø Salve o arquivo com seu nome logo no momento em que abrir o Word.
Ø Para evitar perda da atividade em uma eventual queda do sistema, salve o arquivo a cada pergunta respondida.
Ø Ao fim da atividade, copie suas respostas do Word e cole-ás na caixa de comentário no fim da postagem (postar comentário). Não esqueça de por o nome.







1. Bits, bytes e ciber são palavras cada vez mais difundidas no mundo atual. O autor do poema abaixo as utilizou para retratar a influência dos avanços tecnológicos em nossas relações com outros lugares do mundo. Leia-o atentamente.


a) Qual aspecto do mundo globalizado o poema acima está destacando?


b) “O tempo se acelera e o espaço se contrai a distância mora ao lado”. Explique o significado desse trecho do poema, relacionando-o aos avanços tecnológicos ocorridos nas últimas décadas.


2. Sobre a globalização podemos afirmar que é um processo:

a) mundial, em que as nações ricas transferem recursos para as pobres.
b) apenas econômico.
c) não apenas de mudança econômica, mas cultural, tecnológico e de comunicação.
d) que impede a intensificação de movimentos nacionais.
e) de diminuição das diferenças entre o norte rico e o sul pobre.


3. Existe uma forte relação entre o avanço dos meios de comunicação e a globalização. Explique-a.


“As estradas de ferro brasileiras nunca constituíram uma rede nacional. Mesmo durante seu tempo de (modesto) esplendor, resumiam-se a uma coleção de linhas de exportação de minerais e produtos agrícolas, que raramente tomavam a forma de uma rede regional, exceto, parcialmente, no Nordeste ou no Estado de São Paulo.” (Théry Hervé e Neli Aparecida de Mello, Atlas do Brasil: disparidades e dinâmicas do território. São Paulo: EDUSP/Imprensa Ofi cial, 2005, p. 204 e 205.)


4. De acordo com o mapa onde estão concentradas as ferrovias no Brasil? Qual o motivo histórico dessa concentração?


5. Sobre os principais meios de transportes, relacione as duas colunas:

1 – Marítimo 2 – Fluvial
3 – Rodoviário 4 – Ferroviário

( ) Maior custo de implantação
( ) Menos custo de manutenção
( ) Maior número de acidentes
( ) Pequena capacidade de carga
( ) Relevo e clima influenciam na sua implementação
( ) Transporte mais barato


6. De acordo com o novo cenário mundial, o que leva os países a se agruparem em blocos econômicos?


7. De que forma a globalização compromete a preservação das culturas e identidade de um povo?


8. Dentro da globalização, qual é o setor da economia que mais tende a absorver trabalhadores? Por quê?


9. De acordo com a figura abaixo, indique os números que representam os seguintes grupos de países e explique os que estão grifados:
Desenvolvidos: ____
Subdesenvolvidos: ____
Em desenvolvimento (emergentes): ____


10. Ainda analisando o gráfico, explique as principais diferenças entre a distribuição da PEA nos países desenvolvidos e subdesenvolvidos, argumentando por que isso ocorre.


11. De acordo com a nova divisão internacional do trabalho (DIT), explique por que os países subdesenvolvidos industrializados deixaram de ser apenas meros exportadores de matéria-prima e hoje exportam produtos industrializados, capital, lucros e etc.


Sucesso!
Prof. Raffael Saloes
Gabarito no final dos comentários.

14 de jun de 2009

Mineração

Apresentação de slides feita por Felipe (9° ano) sobre a mineração e seus impactos no meio ambiente. Ênfase para a extração do calcário e seu uso.

9 de jun de 2009

[9° Ano] Avaliação da II unidade

Atividade Avaliativa de Geografia – II Unidade


O tempo da avaliação foi alterado, ele se encerra as 15:30.

Instruções:
Ø Leia atentamente as questões.
Ø Abra uma pagina do Word e coloque as respostas lá.
Ø Salve o arquivo com seu nome logo no momento em que abrir o Word.
Ø Colsulte apenas os sites indicados pelo professor.
Ø Para evitar perda da atividade em uma eventual queda do sistema, salve o arquivo a cada pergunta respondida.

Ø Ao fim da atividade, copie suas respostas do Word e cole-ás na caixa de comentário no fim da postagem (postar comentário). Não esqueça de por o nome.


1. De acordo com a figura caracterize os limites representados pelos números e suas conseqüências mais diretas.



2. Observando a distribuição dos focos de terremotos no mundo, que conclusão direta podemos observar?


3. Responda Verdadeiro ou Falso, as alternativas que estiverem falsas deverão ser corrigidas.

___As correntes de convecção são responsáveis pelo deslocamento das placas convergentes que, quando se chocam, dão origem às falhas ou aos dobramentos.
___As dobras se formam quando as pressões verticais atuam sobre as rochas de maior resistência.
___O vulcanismo é o fenômeno exógeno que ocorre no interior das placas tectônicas, atua na formação do relevo, mas só dá origem às depressões.

4. Observe a imagem e leia uma notícia publicada no jornal “Gazeta do Povo” em 17 de agosto de 2005:

JAPÃO ENFRENTA TERREMOTO DE 7,2 GRAUS
Sendai, Japão – O norte do Japão foi sacudido ontem de manhã por um terremoto de 7,2 graus na escala Richter, um dos mais violentos da última década, mas que causou mais pânico do que prejuízos ... Em 1995, um tremor de 7,3 graus na escala Richter devastou a cidade de Kobe, matando 6,4 mil pessoas.
Desta vez, o Japão teve sorte: o epicentro foi registrado no Oceano Pacífico, a dezenas de quilômetros da costa. Depois de 18 minutos, houve um pequeno tsunami, que aumentou em 10 centímetros o nível da água na região, e sete tremores secundários moderados. O tremor principal foi sentido em três quartos do arquipélago. A região mais afetada foi a cidade de Sendai, onde o teto de um complexo esportivo caiu sobre as piscinas, ferindo 26 pessoas. (...)








a) Por que no Japão e áreas vizinhas ocorrem constantes tremores de terra?

b) Qual a relação entre um terremoto e uma tsunami?

c) Qual a relação entre um arco de ilhas e a movimentação das placas?

5. Assista os videos abaixo e responda:
- o que está sendo representado, quais as placas envolvidas no processo e quais as alterações produzidas por elas.

Video 1
R:

Video 2
R:

6. Caracterize uma zona de subducção indicando em qual limite de placas se encontra.

7. Observe a figura abaixo e responda:



a) De acordo com a direção, qual o movimento realizado pelas placas tectônicas? Explique detalhadamente o processo ilustrado acima com suas conseqüências.

b) O núcleo da Terra se encontra a temperaturas altíssimas, mas ainda assim permanece em estado sólido, por quê?

c) Explique com suas palavras a diferença entre a teoria da deriva dos continentes e a da tectônica de placas.


Sucesso.
Prof. Raffael Saloes

3 de jun de 2009

Aula de campo (Extração de Calcário)

Fotos da aula de campo com os alunos do 9° ano (Savina) na área de mineração de calcário da CALCÁRIOS POLAR, Itapetinga-Ba.
Calcário é um produto mineral extraído de rochas sedimentares que contêm minerais com quantidades acima de 30% de carbonato de cálcio (CaCo3). E utilizado principalmente na produção de cimento, cal e giz, fundente em metalurgia, fabricação de vidro, pedra ornamental dentre outras utilidades. Tem larga utilização como correção do pH do solo para a agricultura.
Clique nas imagens para ampliar.




Aluninhas queridassss.





Diego Gabriel e Luana... que interessados...rs.



Os admiradores da "banana"... de dinamite é claro... detalhe para a boquinha de Caio, rsrsrs

31 de mai de 2009

Série Forças da Natureza

Documentário da BBC adaptado e reproduzido pelo Fantástico que mostra as incríveis forças que transformam e foram responsáveis pelas transformações em nosso planeta.

TERREMOTOS


VULCÕES


ATMOSFERA


VENTOS


GELEIRAS


"A natureza tem uma estrutura feminina: não sabe se defender mas sabe se vingar como ninguem". Nossa... bem machista essa frase, mas de acordo com os princípios mais tradicionais a comparação faz sentido.

Agentes internos e externos da Terra

O relevo terrestre pode ser definido como as formas da superfície do planeta. O relevo se origina e se transforma sob a interferência de dois tipos de agentes:os agentes internos e externos.




No youtube podem ser encontrados diversos videos sobre o tema, alguns inclusive em espanhol, mas que são bastante compreensíveis.
Alguns links:
http://www.youtube.com/watch?v=qF7wKnubg1w Documentário da Discovery sobre as falhas tectônicas.
http://www.youtube.com/watch?v=8YC1gzPHC1M Tectônica de placas.

UPDATE: Marina (9° ano) sugeriu esse link do IBGE que traz umas animações legais em flash sobre a formação dos continentes e limites tectônicos.
http://www.ibge.gov.br/ibgeteen/atlasescolar/apresentacoes/formacaodoscontinentes.swf

26 de mai de 2009

Charge [4]


A charge nos faz refletir no modo exagerado de como o homem vem transformado a natureza para dar lugar ao impulso econômico. O desmatamento dando lugar as atividades agrícolas, as perdas de solo, ao crescimento exagerado das grandes cidades, etc...

Tudo isso se dá na superfícia de uma estreita camada da Terra, com cerca de 50 km chamada crosta terrestre. A parte superficial dela na qual habitamos é aflorada basicamente do solo e rochas expostas.

Na charge percebemos que a crosta está deixando de ser uma camada superficial já que está sendo coberta pela antropização. O cimento e asfalto tomam conta das grandes cidade. É claro que seria impossível cobrir toda a superfície, ou a parte coberta nem é tão significativa assim se compararmos com o total da superfície. Porém gera um impacto muito grande na vida das pessoas das áreas afetadas, reduzindo a infiltração de água no solo por exemplo e acentuando um problema cada vez mais comum nas grandes cidades, as enchentes. Além de reduzir a quantidade de evaporação, alterar a distribuição das chuvas, e etc.

É o homem e sua incrível capacidade de transformar o espaço, de forma as vezes irreversível. E nesse caso, o retorno para nós vem de forma desastrosa.

25 de mai de 2009

Imagens do mundo [2]

Seria o homem capaz de lidar com a força da natureza?
Mesmo com incrível capacidade de modificar a natureza o homem não consegue evitar alguns desastres, ou mesmo brigar com uma força infinitamente superior a sua.
A imagem de hoje mostra o desastre provocado por um terremoto, que quando ocorrem em áreas habitadas, deixam rastros de destruição e mortes.
Alguns lugares como o Japão, a população convive diariamente com essa situação. A engenharia civil consegui adaptar os prédios com um sistema de amortecimento à pequenos tremores diários. O que não impede que uma tragédia possa vir a acontecer, mas de fato tenta minimizar.
As mesmas forças que construiram tudo, "destroem" tudo... o que não seria correto chamar de destruição, mas sim o prosseguimento da dinâmica do planeta, que consiste inclusive na nossa atuação durante um curto espaço de tempo, e que como tudo que existiu, desaparecerá para dar lugar à novas situações.

17 de mai de 2009

[9° ANO] Gabarito do simulado


Olá galera, gostaram do simulado??? Estava fácil né?

Vamos lá para as respostas:

1-C, 2-E, 3-A, 4-D, 5-D.


Qualquer dúvida, é só me procurar.


Sucesso, sempre!!!

12 de mai de 2009

Charge [3]


As grandes corporações e multinacionais cada vez mais presentes em nossas vidas.

Grã-Bretanha, Reino Unido, Inglaterra???

Ilhas Britânicas são um arquipélago formado por cerca de 5 mil ilhas. As duas maiores são a Grã-Bretanha e a ilha da Irlanda – onde ficam dois países, a Irlanda do Norte (membro do Reino Unido) e a República da Irlanda.
A Grã-Bretanha é a maior das ilhas britânicas que abriga a Inglaterra, a Escócia e o País de Gales.
O Reino Unido é um agrupamento político que congrega os países da Grã-Bretanha mais a Irlanda do Norte. A Inglaterra portanto é apenas um dos países integrantes do Reino Unido.

O termo “Grã-Bretanha” muitas vezes é usado como sinônimo de “Reino Unido” – o que não é inteiramente correto, pois um dos países que formam o Reino Unido não fica nessa ilha, a Irlanda do Norte.

Muitos confundem a bandeira do Reino Unido com a da Inglaterra, na verdade, a Inglaterra é uma, e o Reino Unido é outra. A bandeira do Reino Unido ( Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte) é chamada oficialmente de Union Flag (Bandeira da União), porque incorpora os emblemas de três países unidos sob uma única soberania.

O País de Gales não está representado na Union Flag porque, quando a primeira versão da sua bandeira surgiu, o País de Gales já estava unido à Inglaterra.


Fique esperto!

[9° ano]Da Bipolaridade a Nova Ordem Mundial

Atividade Avaliativa de Geografia – I Unidade
Tema: Da bipolaridade a nova ordem mundial

Instruções:
Ø Discuta as questões com a dupla em voz baixa, sem atrapalhar o colega a lado.
Ø Direcione sua atenção apenas para a atividade.
Ø Abra uma pagina do Word e coloque as respostas lá.
Ø Salve o arquivo com o nome da dupla logo no momento em que abrir o Word.
Ø Para evitar perda da atividade em uma eventual queda do sistema, salve o arquivo a cada pergunta respondida.
Ø Ao fim da atividade, copie suas respostas do Word e cole-ás na caixa de postagem de comentário do post da atividade. Não esqueça de por o nome da dupla.
Ø Leia somente os sites indicados pelo professor.
Ø O aluno que não cumprir com as instruções sofrerá penalidades.



1. Os 45 anos que vão do lançamento das bombas atômicas até o fim da União Soviética não foram um período homogêneo único na história do mundo. [...] dividem-se em duas metades, tendo como divisor de águas o início da década de 70. Apesar disso, a história deste período foi reunida sob um padrão único pela situação internacional peculiar que o dominou até a queda da União Soviética.
HOBSBAWM, Eric J. A era dos extremos. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.
O período citado no texto e conhecido por Guerra Fria, como ele pode ser caracterizado? Explique.


2. Explique qual o papel da mídia durante a Guerra Fria no contexto de cada economia e como cada país era retratado, através dos meios de comunicação, pelo seu adversário.


3. De acordo com a discussão feita em sala, explique que fatores levaram ao arruinamento da economia soviética e seu conseqüente fim.


4. "Eu não sei com que armas se lutará a Terceira Guerra Mundial, mas a Quarta será com paus e pedras" Albert Einstein. Explique essa frase no contexto da Guerra Fria.


5. Quais benefícios a Guerra Fria trouxe para a humanidade no campo tecnológico e cientifico?


6. Explique como era o “padrão” de poder na Guerra Fria, e como uma potência é identificada hoje?


Leia o texto do seguinte link e responda as questões 7, 8 e 9:
http://raffageo.blogspot.com/2009/04/60-anos-da-otan-e-os-desafios-do-seculo.html

7. Com qual objetivo foi criada a OTAN e qual a reação da União Soviética a esse fato?


8. Quais seriam os inimigos e ameaças do século 21 que são enfrentados pelos EUA e sua aliada União Européia? Cite e explique os principais exemplos apresentados no texto.


9. De acordo com o mapa, cite 6 países fundadores da OTAN. Cite o nome de 3 países que eram rivais, mas que hoje com o fim da guerra fria se tornaram aliados.


10. A imagem abaixo circulou todo o mundo, foi vista por bilhões de pessoas e tinha a intenção não apenas de divulgar mais um grande feito da humanidade. Explique o simbolismo presente na imagem, que outra intenção era essa e relacione-a com o processo de globalização que veio a se instalar décadas mais tarde.


11. Qual a relação entre a Guerra Fria e a implantação de regimes militares na América Latina (ex: Brasil)?

12. Qual o interesse estratégico dos EUA no Japão?


Analise as fotos abaixo do filme Adeus Lenin e responda:

13. Quem foi Lenin e qual o seu papel na revolução Russa?
http://www.aticaeducacional.com.br/htdocs/Especiais/URSS/link1.htm


14. Qual a simbologia expressa em cada imagem? Explique que mensagem está sendo transmitida em cada uma delas.
(explique cada foto separadamente)
Foto 1
Foto 2


15. Analise as medidas tomadas por Lenin na implantação do socialismo na URSS . Você concorda com essas medidas? Expresse sua opinião com argumentos.
http://www.aticaeducacional.com.br/htdocs/Especiais/URSS/link1.htm


Sucesso!


Sites para pesquisa:

1 de mai de 2009

Após 5 anos, ampliação da UE ainda expõe diferenças


Em 1º de maio de 2004, a União Européia sofria a sua maior ampliação da história. A UE, então com 15 países-membros, passava a contar com 25. A mudança provocou transformações em todos os níveis, desde a mudança do perfil da produção regional até a necessidade de tradutores para adaptar documentos e textos para o idioma dos novos membros. Os últimos cinco anos não foram suficientes para resolver as diferenças. Hoje com 27 países-membros, a UE ainda sofre com os desequilíbrios causados pela grande ampliação de 2004.

Os novos membros da EU, países do leste europeu, possuem um nível de desenvolvimento bem diferente dos antigos membros, isso intensifica o fluxo de migrações para os países mais desenvolvidos do bloco, já que a livre circulação de pessoas é permitida.

Os países integrados em 2004 vêm cumprindo uma agenda gradual de ampliação de sua participação na UE. A premissa da UE é a livre circulação de capital, mercadorias, serviços e pessoas. "Na prática, isso significa que, por exemplo, um alemão pode se instalar em Londres. No entanto, esse direito ainda não foi estendido para os cidadãos dos novos países-membros",diz Franklin Trein, cientista político e professor da UFRJ.

A UE também ganhou uma proporção maior de população rural. Acrescente-se a isso as diferenças culturais entre países ocidentais capitalistas e os novos membros com um histórico socialista (os países do leste europeu foram aliados da URSS durante a Guerra Fria).

Devido a todos esses ingredientes, os cinco anos da UE ampliada parecem pouco para desfazer as diferenças. "O processo de ampliação foi complicado e não se concluiu até hoje. Talvez seja preciso mais dez anos para a UE encontrar o seu equilíbrio", diz Trein.


Para saber mais:
http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/uniao_europeia/index.html
15 perguntas e respostas sobre a UE:
http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/perguntas_respostas/uniao-europeia/ue-comissao-europeia-euro-bloco-constituicao-tratado.shtml